As notícias chegam a quem precisa, de diversas formas

115px-TabletNum dia calmo de 2001, Elisa, uma bióloga, estava digitando trabalho em seu notebook, com a TV da sala ligada. De repente, a trágica notícia: um avião se chocou contra World Trade Center. Ela ficou apática alguns segundos e exclamou: Credo!

Nesse mesmo momento, em seu quarto, o Joca navegava pela internet. Também de repente, a triste notícia sobre o choque de avião contra World Trade Center. Logo em seguida, mais um avião se chocando contra a torre gêmea. Meus Deus! Conseguiu dizer.

Elisa e Joca trombaram no corredor.

- Você viu a tragédia, mãe?

- Sim, filho. Precisamos avisar sua avó com muita delicadeza para ela não se assustar demasiadamente com a notícia.

Os dois foram para a cozinha. Ao encontrarem a avó Carlotinha, ela disse para os dois:

- O que vocês dois estão fazendo enquanto o mundo está acabando em Nova Iorque? Ah...  E caiu outro avião em Washington, segundo o noticiário do meu radinho de pilha.

Fonte: RODRIGUES, Bruno. Webwriting: redação para a mídia digital. São Paulo: Atlas, 2014. Texto adaptado.