Especialista dá dicas para ter um tempo de estudo mais eficaz

120px-EstudoO hábito do estudo, para muitas pessoas, é um verdadeiro ritual. Existem estudantes que não conseguem se concentrar sem silêncio absoluto e também aqueles que precisam de música para acompanhar a leitura. Outros preferem a companhia de guloseimas enquanto estudam, e há ainda quem prefira desligar-se do mundo e “enfiar a cara” nos livros e apostilas.

No entanto, todos os estudantes estão sujeitos a vícios do dia a dia, como consultar de instantes em instantes o computador e o Facebook, manter conversas pelo telefone ou deslocar-se o tempo todo do local de estudo. Por isso, Maria Beatriz Loureiro de Oliveira, coordenadora do serviço de orientação do campus de Araraquara da Universidade Estadual Paulista (Unesp) organizou uma série de dicas de hábitos que devem ser evitados na hora do estudo.

Beatriz Loureiro dá dicas para os pais de alunos e estudantes, que, comumente, têm o hábito de telefonarem para os filhos para checarem se estão estudando.

“A pessoa nunca deve deixar naquele espaço que ninguém interfira. Só em casos de urgência. Ninguém cria hábitos se houver alguém fiscalizando”, finalizou. Confira as 10 questões que devem ser evitadas: estudar só o que gosta, deixar dúvidas para trás, mudar muito a alimentação, não parar para descansar, não criar um hábito, estudar com celular na mão, deixar o Facebook aberto, usar estimulantes, usar provas muito antigas, e fazer anotações ruins.

Fonte: Rafael Targino (UOL)