Falta de interesse em ciências exatas está mais acentuada

Mauro Andreassa (*)

120px-LOX80Recentemente, reportagens a respeito da falta de engenheiros no País e um suposto déficit de 40 mil profissionais, viraram lugar-comum. As especulações sobre os motivos passam pelo crescimento repentino da economia nacional em valores de 7,5% e vão até a eficácia das universidades na empreitada da formação de engenheiros. Add a comment

Profissionais de RH devem atuar de forma estratégica 

Cristiano Moreira (*)

120px-PalestraCPAs últimas décadas têm sido marcadas pela aceitação crescente de que o conhecimento e o aprendizado são essenciais para todas as organizações em um ambiente competitivo e gerador de grandes transformações. Add a comment

A convergência das mídias trouxe para o marketing um poderoso aliado no relacionamento com o cliente

Ana Paula Damasceno Torres (*)

As constantes modificações enfrentadas na gestão das organizações no cenário mundial podem ser auxiliadas pelo profissional de marketing bem capacitado. Esse profissional com conhecimento estratégico, que utiliza todas as possibilidades da convergência midiática nas empresas, é um ator fundamental na construção de estratégias corporativas. O profissional de marketing deve conciliar a gestão dos conhecimentos corporativos com as novas tecnologias da informação. Nessa perspectiva, o encontro das mídias nas organizações apresenta-se como importante ferramenta de marketing e como diferencial competitivo para gestor contemporâneo. Add a comment

A missão do gestor escolar torna-se cada vez mais complexa

Francisca Paris (*)

Francisca Paris artigo retangDiante de um cenário de competitividade cada vez mais acirrada, de elevação das expectativas da família, do necessário reposicionamento das instituições de ensino no contexto contemporâneo, é de se imaginar que a missão do gestor escolar se torne cada vez mais complexa. Add a comment

A pesquisadora propõe implantação de disciplinas de formação de professor

Vivian Lapini (*)

vivan lapini20120411Uma pesquisa realizada na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto da USP (FEA-RP/USP) pela Professora Vivian Lapini aponta que os cursos de pós-graduação stricto sensu em contabilidade no Brasil não formam professores. Ao analisar todos os programas de pós-graduação da especialidade no País, a pesquisa constatou foco maior na pesquisa do que na formação pedagógica, fundamental para a docência. Add a comment